Roteiro de 3 dias em Lisboa

Autor: Fernanda

Essa sugestão de o que fazer em Lisboa em 3 dias inclui os principais pontos turísticos em Lisboa e também alguns lugares ainda não tão conhecidos. É um roteiro que exige bastante disposição para caminhada. Admito que não sou muito boa montando roteiros e não saio com tudo 100% planejado, porque não dá para prever muitas coisas durante a viagem (atrasos, chuva, problemas, etc.). Gosto de ter uma base do que fazer e visitar em cada cidade e aí ir adaptando o meu roteiro. Por exemplo, eu acompanho freneticamente a previsão do tempo e vou priorizando as atrações que “precisam” de sol mesmo que não sejam no mesmo bairro. Deixo as atrações que podem ser visitadas com chuva (atrações fechadas, museus, etc.) para esses dias.

Dia 1: Belém e Cristo Rei

Belém com certeza já está no seu roteiro de Lisboa, mas talvez o Cristo Rei não esteja e eu acho que vale a pena encaixar no seu roteiro. Dá para fazer as duas regiões com o transporte público, mas para visitar Belém e Cristo Rei no mesmo dia você terá que acordar cedo.

Visitar Belém é quase como voltar para a época das Grandes Navegações. A região de Belém é parte importantíssima da História de Portugal e consequentemente de Lisboa. Belém é um pouco afastada da região central de Lisboa, mas dá para chegar lá de elétrico (bonde), ônibus ou trem.

Já adianto que há muitas atrações em Belém e se quiser dá para dedicar um dia de o que fazer em Lisboa em 3 dias só para Belém. Analise com calma quais pontos turísticos pretende visitar e encaixe-os no seu roteiro de acordo com a sua disponibilidade de tempo.

Roteiro por Belém em Lisboa

Para chegar em Belém você pode pegar o elétrico 15E na Praça do Comércio e descer na parada Mosteiro dos Jerônimos. Caso a fila esteja muito grande para pegar o elétrico, pergunte onde fica a parada do ônibus 728. As filas são menores.

  • Pastéis de Belém

Acho que não há nada melhor do que começar o dia (e a viagem) comendo um delicioso pastel de nata na confeitaria Pastéis de Belém. As filas são sempre enormes, mas o que muita gente não sabe é que há 400 lugares disponíveis lá dentro. O preço é o mesmo e o serviço é muito rápido. Caso o seu hotel não ofereça café da manhã, vale a pena tomar o café lá. Eles servem sanduíches e salgados. Depois que provar os verdadeiros pastéis de Belém siga andando para o Mosteiro dos Jerônimos.

  • Mosteiro dos Jerônimos

Se eu só pudesse escolher uma atração para visitar em Lisboa eu escolheria o Mosteiro dos Jerônimos. Só que eu não sou a única que pensa assim. O Mosteiro dos Jerônimos é uma das atrações mais concorridas de Lisboa, então sugiro comprar um ingresso fura-fila da bilheteria com antecedência. Veja como comprar o seu ingresso fura-fila Mosteiro dos Jerônimos.  Ele é uma grandes obras do período Manuelino e patrimônio da Unesco. Já foi habitado por monges da Ordem de São Jerônimo (vem daí o nome “Jerônimos). Durante quatro séculos o trabalho espiritual dos monges foi rezar pela alma do rei e confortar marinheiros.  Leia mais sobre o Mosteiro dos Jerônimos. Depois que terminar a visita ao Mosteiro siga em direção ao Padrão dos Descobrimentos. É tudo muito bem sinalizado, mas é sempre bom carregar um mapa.

  • Padrão dos Descobrimentos

O Padrão dos Descobrimentos foi inaugurado em 1960, no 500º aniversário da morte de Henrique, o Navegador. Ele faz uma homenagem a vários portugueses que tiveram notoriedade durante a época das Grandes Navegações. Dom Henrique, Vasco da Gama, Fernão de Magalhães são alguns dos homenageados no monumento. É possível subir ao topo mediante pagamento. Curiosidade: todo mundo tem o costume de olhar para cima quando chega ao Padrão dos Descobrimentos, mas minha dica é que você também olhe para o chão. O mosaico ilustra toda a rota dos navegadores portugueses. Siga caminhando pela orla do Tejo até a Torre de Belém. É uma caminhada bem gostosa.

  • Torre de Belém

O que falar do cartão postal mais famoso de Lisboa? A Torre de Belém resume o período das Grandes Navegações portuguesas. É lindíssima. Caso queira, é possível subir na Torre de Belém mediante pagamento. Já adianto que a escada é em espiral e bem estreita. E a fila para subir é enorme. A recompensa? Uma vista incrível!

Você pode voltar caminhando para o trecho inicial do passeio e de lá pegar o elétrico ou um ônibus até o centro histórico ou pode ir andando até o MAAT. Aí fica a seu critério.

pontos turísticos em lisboa

 

Continuar lendo...

Fonte: Preciso Viajar